• anapacanutoband

Primeiro fim de semana de funcionamento das feiras

Ficaram quinze dias fechadas até um novo decreto do Governador


Esse foi o primeiro fim de semana de funcionamento das feiras, que passaram quinze dias fechadas até um novo decreto do Governador permitir que voltassem ao normal. Para evitar desabastecimento.


Primeiro, álcool em gel nas mãos. Logo em seguida uma inspeção era feita pelo corpo de bombeiros. triagem poderia detectar sintomas relacionados à infecção pelo coronavírus. O protocolo de segurança, no Guará, foi bem recebido de quem não escondia a saudades de uma dia de feira.


Já dentro da feira do Cruzeiro, quem não estava com máscaras ganhava uma da Secretaria de Justiça e Cidadania. O material feito por internos da penitenciária do Distrito Federal é do primeiro lote de itens de segurança e proteção contra o vírus feito por presos.


A reabertura das feiras permanentes só foi possível graças a flexibilização parcial da quarentena na capital federal. O decreto publicado na semana passada, autoriza a reabertura das feiras, desde que não possam ser consumidos produtos no local. Além disso, as lojas que não vendem comidas continuam fechadas, mas mesmo assim o retorno agradou feirantes e clientes que estavam sem o serviço desde o dia 18 de março.


Neste primeiro fim de semana de retorno aos trabalhos, o cenário era de estacionamentos quase vazios, sem aglomerações nas lojas e de pessoas respeitando o distanciamento de mais de 1 metro entre uma e outra.




6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo