• Ana Carolina Bacellar

Prazo de licença maternidade é ampliado para mães de bebês prematuros

A licença passa a valer após a alta hospitalar da mãe ou do bebê




O Supremo Tribunal Federal (STF) ampliou o prazo da licença-maternidade para mãe de bebês prematuros, ou seja, aqueles que nascem antes de 37 semanas, uma vitória para as mulheres que viam praticamente toda a licença ir embora na dura rotina de uma UTI.


Pelas fotos já dá para perceber o quanto o Theo era pequenininho. Prematuro, ele nasceu aos 6 meses e meio de gestação pesando um quilo. A Glenda não teve uma gravidez tranquila, além do theo, ela também esperava a Maitê, que não resistiu às complicações que apareceram depois do parto e a batalha do menino, que hoje tá com 6 anos e esbanja felicidade,não foi fácil, só na UTI foram 2 meses.


Por ser servidora pública, a Glenda pôde ficar com o theo muito além dos 4 ou 6 meses da licença maternidade. Mas, nem todos as mães tinham esse privilégio de ficar um tempo a mais com os filhos prematuros.Até então o tempo em que as crianças ficavam no hospital, já era descontado da licença maternidade. Agora, os ministros do Supremo Tribunal Federal aprovaram um novo entendimento sobre o assunto.


Os ministros ainda precisam analisar o mérito da decisão, mas enquanto o assunto não entra na pauta do Plenário, vale o entendimento de que a licença só passa a contar após a alta médica da mãe ou do bebê.


0 visualização

SBS Q.02 Lote 03 Bloco Q Edifício João Carlos Saad
Brasília-DF - 70070-120

Contato

Trabalhe aqui

Fale Conosco

Comercial

Anuncie on-line

Anuncie na TV

© Band Brasília • Todos os direitos reservados  •  Criado por Win7.com.br

Ao vivo